FELIZ DIA DA TERRA

Os direitos humanos devem se ajustar aos direitos da natureza
ALESSANDRA VIDOTTI 22 DE ABRIL DE 2013 1

Esta é a principal mensagem que nossa colunista quer deixar no Dia da Terra.

Feliz dia da Terra!!

Hoje, 22 de abril de 2013, se celebra internacionalmente o dia da terra. O primeiro evento como este aconteceu em 22 de abril de 1970, quando 20 milhões de americanos de diversas crenças e lugares saíram às ruas para chamar a atenção sobre a necessidade de proteger a Mãe Terra. O acontecimento tem o crédito de representar o lançamento do movimento meio ambiental moderno. Em seguida, surgiram diversas leis meio ambientais inovadoras, primeiro nos Estados Unidos e depois internacionalmente, como a Lei do Ar Limpo, a Lei da Água Limpa, a Lei das Espécies Ameaçadas de Extinção, entre outras.

Nascida do primeiro Dia da Terra, a Rede Dia da Terra (Earth Day Network – EDN http://www.earthday.org/) trabalha com mais de 22 mil parceiros em 192 países para ampliar, diversificar e mobilizar o movimento ambientalista. Mais de 1 bilhão de pessoas participam de atividades do Dia da Terra a cada ano, o que o torna esta ação o maior evento de observância cívica do mundo.

Como mensagem deste Dia da Terra, deixo um vídeo, trailer do documentário de Silvio Tendler sobre a máfia dos agrotóxicos e dos transgênicos no Brasil. Já tem um ou dois anos, mas como o revi recentemente, e o problema segue inalterado – a não ser pelo aumento de uma força de resistência e de mais produtores de alimentos orgânicos pelo país – acho que vale a pena dar uma olhada agora de novo. Infelizmente, o Brasil continua sendo número um em uso de agrotóxicos.

Não é uma mensagem tão bonita para um dia de celebração, mas serve para alertar sobre o que estão fazendo com a matéria-prima mais extraordinária e importante que a natureza nos da: os nossos alimentos. Aproveitemos este dia nos unirmos aos que se mobilizam contra essas barbaridades em nome do poder e do dinheiro, e para começarmos a mudar nossos hábitos alimentares, buscando conhecer as origens dos alimentos que comemos e comprar produtos orgânicos e de pequenos produtores. Plantar em casa, tomate por exemplo, que é um dos alimentos que mais absorve as químicas dos agrotóxicos, também pode ser uma ótima opção, e mais barata que comprar o alimento orgânico.

Finalmente, em concordância com o que diz Eduardo Galeano no início do vídeo, a mensagem que deixo para o Dia da Terra é de que uma mudança efetiva nesse sentido requer que os direitos humanos se ajustem aos direitos da natureza. Porque muitos paises que aplicam e defendem os direitos humanos se esquecem de que os humanos dependem da natureza e que, portanto, defender os direitos humanos também requer a defesa do meio ambiente e da terra que nos oferece nossa alimentação.

^Topo

TAGS » Agrotóxicos, Dia da Terra, Eduardo Galeano, Silvio TendlerPostado em » Sem categoria

Sobre o autor: Alessandra Vidotti Veja todos os posts do autor Alessandra Vidotti

Alessandra Vidotti é gestora cultural, natural de São Paulo. Atualmente vive em Barcelona, onde desenvolve pesquisa de mestrado sobre a relação da sustentabilidade com a cultura e as artes. É interdisciplinar por convicção, formada em letras e com interesses em relações e política internacional, ecologia, artes e temas sociais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s