PAULISTANO GASTA 2 H 46 MIN, EM MÉDIA NO TRÂNSITO.

Pesquisa da Rede Nossa São Paulo revela que paulistano gasta, em média, 2h46min por dia no trânsito

Publicado em setembro 19, 2014 por Redação

Tags: trânsito-mobilidade urbana

2 0 0

Dados divulgados pela Rede Nossa São Paulo e Ibope apontam que 87% dos pesquisados são favoráveis à construção e ampliação de ciclovias. Evento contou com a participação do prefeito e de candidatos ao governo do estado.

Por Airton Goes, da Rede Nossa São Paulo

A Pesquisa de Mobilidade Urbana divulgada pela Rede Nossa São Paulo e Ibope, nesta quinta-feira (18/9), revela que o paulistano gasta, em média, 2h46min no trânsito para fazer todos os seus deslocamentos diários.

De acordo com os dados da pesquisa, apresentada por Hélio Gastaldi, diretor de Negócio do IBOPE Inteligência, 87% dos entrevistados são favoráveis à construção e ampliação de ciclovias na cidade.

“A provação das faixas de ônibus continua alta”, acrescentou Gastaldi, ao informar que 90% dos pesquisados se posicionam a favor da ampliação destes espaços exclusivos para circulação dos veículos de transporte coletivo. Em 2013, o índice de apoio à medida era de 93%.

Porém, a nota atribuída ao transporte coletivo, de forma geral (ônibus, metrô e trem), é ainda baixa: 4,5. Na edição anterior da pesquisa, a nota foi 4,1. Além disso, 70% dos paulistanos consideram o trânsito da cidade como ruim ou péssimo.

“A boa notícia é que a maioria das pessoas se mostra disposta a deixar o carro na garagem, se houvesse uma boa alternativa de transporte”, argumentou o diretor de Negócio do Ibope, ao informar que 71% dos entrevistados se posicionam desta forma.

Na avaliação de Gastaldi, os resultados da pesquisa refletem um momento de transição, que a capital paulista estaria atravessando. “Temos ainda uma situação de conflito entre os modais [bicicleta, carro e ônibus], mas com uma perspectiva de melhora.”

Segundo ele, “apesar de todos os problemas, 66% dos paulistanos consideram a cidade de São Paulo um lugar bom ou ótimo para se viver”.

Clique aqui e confira a apresentação completa, com todos os resultados da pesquisa (caso haja problemas de acesso, tentar em outro navegador).

Prefeito e representante do governador participam do evento

O lançamento da oitava edição da Pesquisa de Mobilidade Urbana, atividade que integra a Semana da Mobilidade em São Paulo, contou com a presença do prefeito Fernando Haddad e do secretário municipal de Transportes, Jilmar Tatto.

Em sua fala, na abertura do evento, o prefeito destacou que o PAC (Plano de Aceleração do Crescimento) da Mobilidade, que está sendo colocado em prática em São Paulo, representa o maior investimento da história do município. “Estamos colocando os interesses da cidade acima dos interesses partidários”, declarou ele, ao mencionar que as obras do PAC da Mobilidade estão sendo viabilizadas com recursos dos governos federal, estadual e municipal.

As declarações de Haddad tiveram a concordância do secretário estadual de Transportes Metropolitano, Jurandir Fernandes, que representou o governador Geraldo Alckmin na atividade. “É impressionante o que está acontecendo aqui, na cidade de São Paulo, nada se compara”, apontou Fernandes, referindo-se as obras e projetos em curso destinados a ampliar os transportes sobre trilhos e os corredores de ônibus.

Candidatos ao governo assumem compromissos com a sustentabilidade

“Todos os candidatos ao governo do Estado de São Paulo foram convidados para este evento”, relatou Oded Grajew, coordenador geral da Rede Nossa São Paulo. Ele lembrou que, nos últimos oito anos, o lançamento da pesquisa tem conseguido levar o tema mobilidade urbana para o centro dos debates.

“Nós convidamos os candidatos ao governo estadual para acompanharem a apresentação da pesquisa e, ao final, comentarem os resultados”, complementou Maurício Broinizi, coordenador executivo da Rede.

Antes de os candidatos se pronunciarem, Broinizi leu a Carta-compromisso do Programa Cidades Sustentáveis. Em seguida, Sérgio Andrade, da Agenda Pública, apresentou aos postulantes ao Palácio Bandeirante as propostas da Agenda Brasil Sustentável.

Carlos Aranha, em nome do Grupo de Trabalho (GT) Mobilidade Urbana da Rede Nossa São Paulo, também sugeriu aos candidatos diversas medidas sobre o tema.

As candidaturas de Alexandre Padilha, PT, Gilberto Maringoni, PV, Paulo Skaf, PMDB, e Gilberto Natalini, PV, assinaram a Carta-compromisso do Programa Cidade Sustentáveis.

O Programa Cidades Sustentáveis é uma iniciativa da Rede Nossa São Paulo, Instituto Ethos de Empresas e Responsabilidade Social e Rede Social Brasileira por Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis.

Presentes ao evento, realizado no Sesc Consolação, estavam Alexandre Padilha e Gilberto Maringoni. Paulo Skaf foi representado por Anicia Pio, técnica que atua na área ambiental no programa de governo do candidato.

Maringoni comentou o fato de a pesquisa revelar que, em relação aos anos anteriores, o abastecimento de água subiu da 18ª para a 6ª posição no ranking dos principais problemas da cidade citados pelos paulistanos. “Não é crise hídrica, é falta de água. Temos que chamar as coisas pelo que de fato elas são”, registrou.

Em relação à mobilidade urbana, ele defendeu maior papel do Estado no planejamento e na execução dos projetos. “Temos que acabar com as PPPs [Parcerias Público-Privada] no transporte público”, propôs.

Ao abordar também o item da pesquisa que mostrou o aumento da preocupação dos paulistanos com o abastecimento de água, Anicia Pio afirmou: “Veio uma seca maior e o governo estadual e a Sabesp não estavam preparados para enfrentar essa situação”.

Em sua opinião, a melhor forma de reduzir os acidentes de trânsito é investir na educação. “Se tivermos uma educação de qualidade para todas as pessoas que precisam, vamos ter efetivamente uma sociedade melhor.”

Padilha, por sua vez, declarou ter feito questão de comparecer ao evento para assinar a Carta-compromisso do Programa Cidades Sustentáveis. Ele relatou que quando foi ministro da Saúde, nos últimos três anos, já adotava o plano de metas – uma das medidas previstas na plataforma.

O candidato do PT aproveitou para reafirmar algumas das propostas de seu programa de governo na área de mobilidade urbana. “Em primeiro lugar, fazer investimento pesado em transporte coletivo, com forte ampliação do Metrô para que ele, de fato, seja um meio de transporte metropolitano.” Prometeu ainda instalar bicicletários nas estações da CPTM e implantar o Bilhete Único Metropolitano, dando 25% de desconto aos usuários.

EcoDebate, 19/09/2014

[ O conteúdo do EcoDebate pode ser copiado, reproduzido e/ou distribuído, desde que seja dado crédito ao autor, ao EcoDebate e, se for o caso, à fonte primária da informação ]

Inclusão na lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Caso queira ser incluído(a) na lista de distribuição de nosso boletim diário, basta clicar no LINK e preencher o formulário de inscrição. O seu e-mail será incluído e você receberá uma mensagem solicitando que confirme a inscrição.

O EcoDebate não pratica SPAM e a exigência de confirmação do e-mail de origem visa evitar que seu e-mail seja incluído indevidamente por terceiros.

Remoção da lista de distribuição do Boletim Diário do Portal EcoDebate
Para cancelar a sua inscrição neste grupo, envie um e-mail para ecodebate@ecodebate.com.br. O seu e-mail será removido e você receberá uma mensagem confirmando a remoção. Observe que a remoção é automática mas não é instantânea.

Alexa

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s