Governo do Estado reconhece oficialmente o APL de Tecnologia da Informação e Comunicação de Itajubá – Unidade de Inteligência Empresarial

março 30Governo do Estado reconhece oficialmente o APL de Tecnologia da Informação e Comunicação de Itajubápor  Vinícius Oliveira Dias  em 30/03/2016 09:22Categoria: Economia; PolíticaSecretário Altamir Rôso assinou, nesta terça-feira, documento oficial que atende a uma reivindicação das empresas de tecnologia da regiãoO Governo de Minas Gerais, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico (Sede), oficializou, nesta terça-feira (29/3), na Cidade Administrativa, o reconhecimento das empresas de tecnologia de Itajubá, no Sul de Minas, como novo Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação e Comunicação (APL de TIC).A reivindicação, que havia sido liderada pela Prefeitura de Itajubá, foi representada, neste encontro, pelo secretário municipal de Ciência, Tecnologia, Indústria e Comércio, Rodrigo Sampaio Melo. Ele recebeu o documento das mãos do secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Altamir Rôso. Entre os diversos benefícios para as empresas que integram o novo APL está o crédito subsidiado pela Caixa Econômica Federal (CEF).A Sede coordena o Núcleo Gestor de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais de Minas Gerais (NGAPL), que tem o objetivo de articular as ações governamentais, visando ao apoio integrado aos APLs, de acordo com as diretrizes da Política Estadual de Apoio aos Arranjos Produtivos Locais. Dentre outras responsabilidades, cabe ao Núcleo Gestor o reconhecimento dos APLs no estado. Segundo o coordenador do núcleo, Fernando Passalio, o esforço de Itajubá começou em maio do ano passado, quando o prefeito Imar Martinez Riera procurou a Sede com essa demanda de transformação do polo de empresas em APL.  Apoio às atividadesNa ocasião, o secretário Altamir Rôso pediu ao NGAPL que avaliasse a reivindicação de Itajubá e averiguasse se ela cumpria o que determina a legislação estadual dos APLs. Durante esse tempo, houve farta troca de informações do governo estadual com a prefeitura e o polo de empresas. Ao ter acesso aos dados necessários, a Sede concluiu que Itajubá reunia todas as condições para se transformar em Arranjo Produtivo Local de Tecnologia da Informação e Comunicação (APL de TIC).Altamir Rôso disse que o Estado trabalha para fortalecer as diversas atividades que geram emprego e renda e  reforçou que Itajubá é uma potência no desenvolvimento de novas tecnologias, o que é fundamental para que Minas Gerais avance na tão sonhada diversificação econômica. Lembrou, ainda, ao secretário municipal Rodrigo Sampaio Melo,  que é preciso que a governança do Arranjo Produtivo Local faça imediatamente o Plano de Negócios para levá-lo à CEF para ser aprovado. A partir daí as empresas terão acesso à linha especial de crédito para os APLs.Força regionalAlém da densidade empresarial da microrregião de Itajubá, com 62 estabelecimentos (RAIS 2014) que geram 972 postos de trabalho, existem outros aspectos que demostraram a capacidade do novo APL. Destaque para as instituições de apoio, como: Universidade Federal de Itajubá; Associação Comercial, Industrial e Empresarial de Itajubá (ACIEI); Rede de Empresas de Tecnologia, Inovação e Conhecimento (RETIC); Rede Mineira de Inovação; Sindicato Local das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico (Simmei); instituições de pesquisa e tecnologia, como a Incubadora de Empresas de Base Tecnológica; Parque Científico e Tecnológico de Itajubá (PCTI) PCTI; Governo de Minas Gerais; Prefeitura de Itajubá; Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg); Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae); e bancos de fomento.Arranjo Produtivo LocalConforme a legislação mineira, os APLs são identificados pela concentração espacial de empresas de um determinado setor da atividade produtiva, que se caracteriza principalmente pela intensidade das relações comerciais e de cooperação intra-aglomeração, com o ambiente institucional voltado para dar suporte ao seu desenvolvimento.Com o novo APL reconhecido pela Sede, Minas Gerais passa a contar com 38 arranjos produtivos locais. Entre eles estão o APL de Eletroeletrônicos de Santa Rita do Sapucaí, APL de Móveis de Ubá, e o APL de Calçados de Nova Serrana. Agência Minas​

Fonte: Governo do Estado reconhece oficialmente o APL de Tecnologia da Informação e Comunicação de Itajubá – Unidade de Inteligência Empresarial

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s